Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Paulo (SAAE-SP) - Diversos Cargos (VUNESP - 2014) Questão 28

Para responder à questão , leia o texto se­guinte.

Pesou- ­se 500 mg de solo em um erlenmeyer de capacidade para 125 mL. Adicionou- se 10 mL de solução de ácido nítrico (1:1) ao erlenmeyer e este foi tampado com vidro relógio. O con­junto foi aquecido a aproximadamente 95 °C, em uma placa de aquecimento, por 15 minutos, sem ebulição. Em seguida, foram adicionados 5 mL de ácido nítrico concentrado e o material foi co­locado sob refluxo por 1 h. Adicionou- ­se 2 mL de água deionizada e 8 mL de água oxigenada, deixando em reação por 1 h. Por últi­mo, adicionou­se 5 mL de ácido clorídrico concentrado e 10 mL de água deionizada, colocando sob refluxo por 15 minutos. Após esfriar, o material foi transferido quantitativamente, lavando- ­se o erlenmeyer com pequenas proporções de ácido clorídrico (1:100) para um funil com papel de filtro faixa azul (filtração lenta) e o filtrado coletado em balão volumétrico de 50 mL. Após completar o volume, foram feitas as determinações dos teores de metais uti­lizando um espectrômetro de emissão ótica com plasma induzido.

(www.iac.sp.gov.br.dissertacoes/Thabata Godoy.pdf. Fragmento. Acesso em abril de 2014.




Sabendo que a solução analisada continha metais pesados, tais como Cd, Cr, Cu, Ni, Pb e Zn, tanto na forma livre quanto ioni­zada, é correto afirmar que a solução final deve ser descartada

  • A diretamente na pia, com a torneira de água aberta.
  • B diretamente no solo do canteiro de plantas que contorna o laboratório.
  • C após eliminação do solvente por aquecimento, em cape­la, sendo o resíduo jogado no lixo.
  • D após neutralização com NaOH, o resíduo sólido no lixo e a solução despejada na pia.
  • E em tambores apropriados, armazenada após tratamento com soda cáustica (NaOH + Na2CO3 ) em excesso.

Encontre mais questões

Voltar