Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) - Técnico de Telecomunicações Júnior (2021) Questão 17

Leia o texto abaixo de Walcyr Carrasco, Revista Veja Ed. 2668, e responda à questão.

    Início de ano é sempre assim: a gente faz promessas, ambiciona novidades. Como o ano só começa realmente depois do Carnaval, costumo aguardar até lá. Mas aí já é tarde: o ano ganhou seu ritmo e eu deixo as mudanças para o futuro. Em 2019 pensei no que realmente desejaria para este 2020. Há uma palavra que não me sai da cabeça: segurança. É claro que o país tem problemas de todo tipo. Mas a segurança toca no meu cotidiano diretamente. [...] Eu me admiro ver as pessoas convivendo com a violência como se fosse absolutamente normal. Uma amiga sai sempre com dois celulares. Um velho e um bom, escondido. O mais antigo é para, no caso de assalto, entregar ao ladrão. Já ouvi um conhecido dizer que o “meliante” foi legal, pois o deixou ficar com os documentos. Ou seja: o sujeito assalta, ameaça, mas é “legal”? Recentemente, um amigo fez aniversário. Tínhamos um evento, mas queríamos nos reunir depois das dez da noite. Foi difícil achar um restaurante: a maioria está fechando mais cedo. Em São Paulo, no centro, as mulheres andam agarradas às bolsas. O pior, porém, repito, é nossa atitude passiva. Nós nos acostumamos ao absurdo. [...].
    Há alguns anos, eu saía do Leblon e andava até o Arpoador pela praia. É uma boa e saudável distância. Não tenho mais coragem. Quero voltar a andar pelo calçadão sem medo. Se caminhar, realizarei meu segundo desejo de Ano Novo: perder a barriga. Mas quando? A falta de segurança mudou a minha vida. Sem dúvida, continuarei barrigudo.


Sobre sinais de pontuação presentes no texto, assinale a afirmativa correta.

  • A O sinal de interrogação em Ou seja: o sujeito assalta, ameaça, mas é “legal”? dá à ideia caráter retórico, haja vista a frase Eu me admiro ver as pessoas convivendo com a violência como se fosse absolutamente normal.
  • B Os dois pontos usados nas linhas 2 e 10 apresentam a mesma finalidade: introduzir um exemplo ao que foi dito anteriormente.
  • C Em Se caminhar, realizarei meu segundo desejo de Ano Novo: perder a barriga., a vírgula separa a oração adverbial condicional posposta à principal.
  • D Nas frases Em São Paulo, no centro, as mulheres andam agarradas às bolsas. e Tínhamos um evento, mas queríamos nos reunir depois das dez da noite., as ocorrências de vírgula exemplificam a regra: usa-se vírgula entre a oração subordinada e a principal.