Secretaria de Estado de Educação do Pará (SEDUC-PA) - Professor - História (2018) Questão 28

“O século XVIII foi um período de intensos conflitos e negociações no espaço colonial entre as imposições de um Estado em processo de afirmação frente às formas tradicionais de organização e de repartição do poder na sociedade, o que se verifica, já nos primórdios do século, na guerra dos mascates em Pernambuco e nos diversos levantes na região das minas; é um momento em que as autoridades e grupos dominantes da sociedade colonial percebem com mais clareza as especificidades da população colonial desprivilegiada [...], mas é também o século da ilustração europeia e do avanço da noção de ‘soberania dos povos’, que se verificou, ainda que de forma mais acanhada, no espaço colonial.”
(Disponível em: http://encontro2008.rj.anpuh.org/resources/content/anais/1212979261_ARQUIVO_OConceitoPoliticodePovonoseculoXVIII Lusoanpuh.pdf.)
Entre as especificidades características da população colonial mais desprivilegiada a que se refere o enunciado, podemos apontar:

  • A A de ser uma população sem peso político e que pouca importância tinha na realidade socioeconômica setecentista.
  • B O fato de ser uma camada social politizada e combativa que, mesmo nos primórdios da colonização, já mantinha uma organização de classe e forte luta trabalhista.
  • C A de ser aquela parcela da população que, apesar de desprovida de bens materiais, é a única camada social que incorpora totalmente o ideário ilustrado europeu.
  • D O fato de ser basicamente uma população marcada pela escravidão, pela questão racial, e de ser, quando livre, uma população sem lugar estável no sistema produtivo.

Encontre mais questões

Voltar