Questão 58 do Concurso Universidade Estadual Paulista (UNESP) (2017)

A mídia é estética porque o seu poder de convencimento, a sua força de verdade e autoridade, passa por categorias do entendimento humano que estão pautadas na sensibilidade, e não na racionalidade. A mídia nos influencia por imagens, e não por argumentos. Se a propaganda de um carro nos promete o dom da liberdade absoluta e não o entrega, a propaganda política não vai ser mais cuidadosa na entrega de suas promessas simbólicas, mesmo porque ela se alimenta das mesmas categorias de discurso messiânico que a religião, outra grande área de venda de castelos no ar.

(Francisco Fianco. “O desespero de pensar a política na sociedade do espetáculo”. http://revistacult.uol.com.br, 11.01.2017. Adaptado.)


Considerando o texto, a integração entre os meios de comunicação de massa e o universo da política apresenta como implicação

  • A a redução da discussão política aos padrões da propaganda e do marketing.
  • B a ampliação concreta dos horizontes de liberdade na sociedade de massas.
  • C o fortalecimento das instituições democráticas e dos direitos de cidadania.
  • D o apelo a recursos intelectuais superiores de interpretação da realidade.
  • E a mobilização de recursos simbólicos ampliadores da racionalidade.