Questão 77 do Concurso Secretaria de Estado da Educação do Distrito Federal (SEDF) - Professor - Educação Física (2017)

Pelada é o futebol de campinho, de terreno baldio. Mas existe um tipo de futebol ainda mais rudimentar que a pelada. É o futebol de rua. Perto do futebol de rua qualquer pelada é luxo e qualquer terreno baldio é o Maracanã em jogo noturno. Futebol de rua é tão humilde que chama pelada de senhora. Não sei se alguém, algum dia, por farra ou nostalgia, botou num papel as regras do futebol de rua. Elas seriam mais ou menos assim: DA BOLA – A bola pode ser qualquer coisa remotamente esférica. Até uma bola de futebol serve. No desespero, usa-se qualquer coisa que role, como uma pedra, uma lata vazia ou a merendeira do seu irmão menor, que sairá correndo para se queixar em casa. No caso de se usar uma pedra, lata ou outro objeto contundente, recomenda-se jogar de sapatos. De preferência os novos, do colégio. DA FORMAÇÃO DOS TIMES – O número de jogadores em cada equipe varia, de um a setenta para cada lado. Algumas convenções devem ser respeitadas. Ruim vai para o gol. Perneta joga na ponta, à esquerda ou à direita, dependendo da perna que faltar. De óculos é meia-armador, para evitar os choques. Gordo é beque. DO JUIZ – Não tem juiz. Luis Fernando Veríssimo. Futebol de Rua (com adaptações). O futebol está presente na cultura brasileira, como retrata o trecho da crônica de Veríssimo. A partir das possibilidades do tratamento pedagógico do conteúdo do futebol na escola e da compreensão sociológica do futebol, julgue o item subsequente. O futebol é uma modalidade de fácil implementação na escola pública, tendo em vista as diversas alternativas materiais e a própria identidade já consolidada na cultura brasileira.
  • Certo
  • Errado