Questões da Prova da Prefeitura Municipal de Cerquilho - Odontólogo (VUNESP - 2019)

Limpar Busca

Os termos Antes (1º quadrinho), Depois (3º quadrinho) e Hoje (4º quadrinho) estão associados, respectivamente, às seguintes sensações:

  • A esperança, realização e estabilidade.
  • B harmonia, conquista e equilíbrio.
  • C descompromisso, aspiração e desapontamento.
  • D entusiasmo, incerteza e impotência.
  • E despreocupação, desilusão e enfado.

As flexões do verbo “querer” – queria, quis e quero – indicam que os desejos expressos pela protagonista se deram, respectivamente,

  • A de forma contínua; anterior ao instante de sua fala; no momento de sua fala.
  • B em tempo anterior ao passado; no momento da fala das demais personagens; no presente.
  • C em qualquer momento anterior ao passado; de modo contínuo; no momento de sua fala.
  • D de modo contínuo no futuro do passado; de modo repetido no passado; de modo incerto.
  • E de modo incerto; anterior à fala das demais personagens; no momento da fala das demais personagens.

É correto afirmar que no trecho – Na Educação, em tempos ditos normais, ensinam-se certezas, e não incertezas. –, o sociólogo Edgar Morin expressa

  • A assentimento em relação à normalidade dos tempos.
  • B descrédito quanto às opções da Educação, em tempos normais.
  • C contrariedade em relação às incertezas na Educação.
  • D intransigência quanto ao ensino das certezas.
  • E desconfiança quanto aos tempos de normalidade na Educação.

Leia as frases a seguir:


• … a Educação trata de conhecimento, mas é preciso fazer a pergunta: o que significa conhecer?

Porque conhecer pode ser uma armadilha, que guarda ilusões, equívocos, erros.

• As pessoas que estão longe de mim parecem pequenas aos meus olhos, mas na minha mente estão normais…

• …, ou seja, todo conhecimento é uma tradução e uma reconstrução.


Os termos em destaque estabelecem, respectivamente, as seguintes relações de sentido com os demais elementos:

  • A ponderação, finalidade, contrariedade, retificação.
  • B moderação, justificativa, divergência, adequação.
  • C contraste, dúvida, negação, apreciação.
  • D restrição, causa, oposição, explicação.
  • E ênfase, motivo, comparação, ratificação.

Leia o trecho a seguir:


O segundo problema da Educação é a compreensão humana. Não se ensina a compreender o outro. Quando falo do outro, não falo de estrangeiros, de pessoas que falam outra língua ou que são de outro país. Falo de quem está ao seu lado. É muito importante para a vida compreender esse outro. Então, tem a questão da crise.


As expressões destacadas podem ser substituídas, sem prejuízo de sentido e de acordo com a norma-padrão, respectivamente, por:

  • A A segunda implicação; Quando menciono o outro; Há, aliás, a questão da crise.
  • B O segundo contratempo; Quando me dirijo ao outro; Assim sendo, há a questão da crise.
  • C Outra dificuldade; Ao falar de alguém; Já que há, também, a questão da crise.
  • D Uma incógnita; Ao falar de quem é próximo; Depois, há também a questão da crise.
  • E O segundo obstáculo; Quando me refiro ao outro; Finalmente, há a questão da crise.