Questões da Prova da Prefeitura Municipal de Lindóia do Sul - Enfermeiro (2021)

Limpar Busca

O máximo divisor comum entre 84 e 56 é:

  • A 12.
  • B 17.
  • C 28.
  • D 32.
  • E 45.

Com base na Portaria 264/2020 é correto afirmar que:

  • A Acidentes por animais peçonhentos não são de notificação compulsória.
  • B Acidente por animal potencialmente transmissor da raiva é agravo de notificação compulsória imediata à Secretaria Municipal de Saúde.
  • C Doença de Chagas Crônica é doença de notificação compulsória imediata à Secretaria Municipal de Saúde.
  • D Eventos adversos graves ou óbitos pós vacinação são de notificação compulsória imediata, em nível Estadual.
  • E Infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) é doença de notificação compulsória imediata, em nível Municipal.

A leptospirose é uma zoonose de importância mundial, causada por leptospiras patogênicas transmitidas pelo contato com urina de animais infectados ou água e lama contaminadas pela bactéria. Sobre a Leptospirose, considere a alternativa correta:

  • A O homem, hospedeiro inicial e acidental da doença, infecta-se ao entrar em contato com a urina de animais infectados de modo direto ou indireto.
  • B É uma doença contagiosa febril de início abrupto, cujo espectro clínico pode variar desde quadros oligossintomáticos, leves e de evolução benigna a formas graves.
  • C A síndrome de Weil, comumente descrita como icterícia, insuficiência renal e hemorragias, é a manifestação clássica de leptospirose.
  • D No País, a doença tem grande importância social e econômica devido à sua alta incidência e percentual significativo das internações, alto custo hospitalar e perdas de dias de trabalho, como também por sua letalidade.
  • E O comprometimento cardíaco da leptospirose apresenta-se com tosse seca, dispneia, expectoração hemoptoica e, ocasionalmente, dor torácica e cianose.

De acordo com o CONASS – Conselho Nacional dos Secretários da Saúde, no caso da vacina contra a Covid-19, é importante saber que para ser imunizado é necessário tomar as duas doses da vacina. A segunda dose deve ser aplicada num intervalo de:

  • A 14 a 28 dias em relação à primeira dose, no caso da Coronavac (Sinovac/Butantan) e de 120 dias no caso da Covishield (Astra Zeneca / Fiocruz).
  • B 21 a 40 dias em relação à primeira dose, no caso da Coronavac (Sinovac/Butantan) e de 120 dias no caso da Covishield (Astra Zeneca / Fiocruz).
  • C 21 a 40 dias em relação à primeira dose, no caso da Coronavac (Sinovac/Butantan) e de 90 dias no caso da Covishield (Astra Zeneca / Fiocruz).
  • D 7 a 21 dias em relação à primeira dose, no caso da Coronavac (Sinovac/Butantan) e de 90 dias no caso da Covishield (Astra Zeneca / Fiocruz).
  • E 14 a 28 dias em relação à primeira dose, no caso da Coronavac (Sinovac/Butantan) e de 90 dias no caso da Covishield (Astra Zeneca / Fiocruz).

Observe a imagem, abaixo:
Fonte: https://www.mirassol.sp.gov.br/noticia/saude-vacina-contra-hpv-e-catapora-neste-sabado-17-/53659
Com base na campanha de vacinação, indicada, na imagem, temos que a descrição, deverá ser:

  • A Meninas entre 9 e 14 anos e Meninos entre 11 e 14 anos devem ser vacinados.
  • B Meninos entre 9 e 14 anos e Meninas entre 11 e 14 anos devem ser vacinados.
  • C Meninas entre 9 e 13 anos e Meninos entre 11 e 16 anos devem ser vacinados.
  • D Meninos entre 9 e 13 anos e Meninas entre 11 e 16 anos devem ser vacinados.
  • E Meninas entre 8 e 11 anos e Meninos entre 9 e 14 anos devem ser vacinados.