Questões de Concursos da Câmara Municipal de Conselheiro Lafaiete - Minas Gerais

Limpar Busca

O texto a seguir trata de um acontecimento recente do universo do cinema.


Você sabe por que a Cinderela tem esse nome?


Você sabe por que uma das princesas da Disney leva o nome Cinderela? O novo filme da personagem traz uma explicação.

A palavra seria uma junção de “cinder”, que significa cinzas em inglês, com “Ella”, o nome verdadeiro da jovem.

Na cena inédita do longa, divulgada pela empresa nesta segunda (16), o apelido surge porque as irmãs malvadas debocham do aspecto sujo da menina, que está coberta de pó da lareira. A nova produção traz personagens interpretados por atores reais, inspirados na clássica animação de 1950.

Disponível em: ˂https://www1.folha.uol.com.br/ folhinha/2015/03/1604106-voce-sabe-por-que-a-cinderela-temesse-nome-veja-cena-do-novo-filme.shtml˃. Acesso em 22 jan. 2019. Adaptado.)


A propósito do emprego da palavra “porque”, avalie as seguintes afirmações.

I. Nos títulos, geralmente, utiliza-se a forma “por que” que equivale a “por qual motivo”.

II. A palavra grifada na frase “Surge porque as irmãs” equivale a “pois”, “uma vez que”.

III. Na primeira linha do texto, o vocábulo “por que” pode ser substituído por “pela qual”.

IV. No título do texto, o termo “por que” é adjetivado e é sinônimo de “motivo”, “razão”.


Está correto apenas o que se afirma em

  • A I e II.
  • B II e III.
  • C III e IV.
  • D I, II e IV.
  • E II, III e IV.

São alguns dos principais pontos turísticos e históricos da cidade de Conselheiro Lafaiete:

  • A Praça Bárbara Heliodora; Matriz São Jorge; Estátua de Tiradentes.
  • B Praça Cláudio Manuel da Costa; Matriz Nossa Senhora Aparecida; Estátua do Papa .
  • C Praça Tomás Antônio Gonzaga; Matriz de Sant’Ana; Estátua do índio.
  • D Praça Tiradentes; Matriz São Sebastião; Estátua do Cristo.
  • E Praça do Papa; Matriz de Nossa Senhora do Pilar; Estátua da Liberdade.

Nos termos da Lei Orgânica do Município de Conselheiro Lafaiete, são de iniciativa exclusiva do Prefeito as leis que disponham sobre

  • A a cessão de empregos públicos na administração direta e autárquica.
  • B a redução da remuneração de cargos e funções públicas da administração direta.
  • C a estrutura de Departamentos equivalentes e órgãos da Câmara Municipal.
  • D a matéria que autorize a abertura de créditos ou conceda auxílios, prêmios e subvenções.
  • E a autorização da concessão de serviços públicos.

Os gráficos a seguir representam dados do IBGE Cidades para a série revisada do valor adicionado bruto, a preços correntes, da atividade econômica dos setores: agropecuário, industrial e de serviços das cidades de Congonhas, Ouro Branco e Conselheiro Lafaiete. O nome dos municípios está oculto nos gráficos.



A partir de seus conhecimentos sobre a economia da região, é possível dizer que o município de Conselheiro Lafaiete, na comparação com os demais, possui

  • A menor valor adicionado à produção agropecuária e ao setor de serviços, e maior valor adicionado ao setor industrial.
  • B maior valor adicionado ao setor industrial, menor valor no setor de serviços e valor intermediário no setor agropecuário.
  • C menor valor adicionado à produção agropecuária e valores intermediários nas atividades industrial e de serviços.
  • D maior valor adicionado à produção agropecuária e ao setor de serviços e menor valor adicionado ao setor industrial.
  • E idênticos valores adicionados aos três setores (agrícola, industrial e de serviços).

Com o objetivo de garantir uma arrecadação suficiente para que um município mineiro pudesse arcar com todas as despesas orçamentárias previstas para o ano de 2019, um vereador desse município apresentou Projeto de Lei para majorar a alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) para 6% (seis por cento) sobre a base de cálculo. Antes de seguir sua tramitação, foi solicitado parecer à Procuradoria da Câmara quanto ao atendimento do pressuposto de legalidade do referido projeto.


Considerando a situação apresentada, é correto afirmar que o Projeto de Lei

  • A não respeita o pressuposto de legalidade, pois se trata de competência do Prefeito Municipal majorar a alíquota do ISSQN.
  • B não respeita o pressuposto de legalidade, pois o ISSQN é um tributo de competência dos Estados.
  • C não respeita o pressuposto de legalidade, pois excede a alíquota máxima fixada por lei complementar.
  • D não respeita o pressuposto de legalidade, pois não foi observado o princípio da irretroatividade.
  • E respeita o pressuposto de legalidade e poderá seguir sua tramitação para discussão pelo Plenário da Câmara dos Vereadores.