Questões de Saúde Pública

Limpar Busca

Conforme a Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990, que dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde, assinale as alternativas abaixo com (V) verdadeiro ou (F) falso. 
(    ) O SUS, contará, em cada esfera de governo, com a Conferência de Saúde e o Conselho de Saúde.
(    ) A Conferência de Saúde reunir-se-á anualmente com a representação dos vários segmentos sociais.
(   ) O Conselho de Saúde é um órgão colegiado composto por representantes do governo, prestadores de serviço, profissionais de saúde e usuários.
(   ) A representação dos usuários nos Conselhos de Saúde e nas Conferências de Saúde é majoritária em relação ao conjunto dos demais segmentos.
(   ) As Conferências de Saúde e os Conselhos de Saúde terão sua organização e normas de funcionamento definidas em regimento próprio, aprovadas pelo respectivo conselho.
A sequência correta de cima para baixo é:

  • A F, F, V, F, V.
  • B V, F, V, F, V.
  • C V, V, V, V, F.
  • D F, V, V, F, F.

A Estratégia Saúde da Família (ESF) visa à reorganização da atenção básica no país, de acordo com os preceitos do Sistema Único de Saúde, e é tida pelo Ministério da Saúde e gestores estaduais e municipais como estratégia de expansão, qualificação e consolidação da atenção básica por favorecer uma reorientação do processo de trabalho com maior potencial de aprofundar os princípios, diretrizes e fundamentos da atenção básica, de ampliar a resolutividade e impacto na situação de saúde das pessoas e coletividades, além de propiciar uma importante relação custoefetividade. Diante disso, cada equipe de Saúde da Família deve ser responsável por, no máximo:

  • A 4.000 pessoas, sendo a média recomendada de 3.000 pessoas.
  • B 6.000 pessoas, sendo a média recomendada de 4.000 pessoas.
  • C 8.000 pessoas, sendo a média recomendada de 6.000 pessoas.
  • D 10.000 pessoas, sendo a média recomendada de 8.000 pessoas.

De acordo com a Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011 e suas atualizações, são atribuições específicas do Agente Comunitário de Saúde, exceto:

  • A Desenvolver ações que busquem a integração entre a equipe de saúde e a população adscrita à UBS, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividade.
  • B Ocorrendo situação de surtos e epidemias, executar em conjunto com o agente de endemias ações de controle de doenças, utilizando as medidas de controle adequadas, manejo ambiental e outras ações de manejo integrado de vetores, de acordo com decisão da gestão municipal.
  • C Realizar atividades programadas e de atenção à demanda espontânea.
  • D Encaminhar, quando necessário, usuários a outros pontos de atenção, respeitando fluxos locais, mantendo sua responsabilidade pelo acompanhamento do plano terapêutico do usuário.

A hipertensão arterial é o aumento anormal e por longo período da pressão que o sangue faz ao circular pelas artérias do corpo. Não à toa, a doença também é chamada de pressão alta. Em relação a hipertensão e as diversas atribuições e competências do Agente Comunitário de Saúde, avalie as sentenças abaixo e assinale a alternativa que não representa uma atribuição do Agente Comunitário de Saúde:

  • A Esclarecer a comunidade sobre os fatores de risco para as doenças cardiovasculares, orientandoa sobre as medidas de prevenção.
  • B Rastrear a hipertensão arterial apenas em indivíduos idosos, pelo menos, uma vez ao ano, mesmo naqueles sem queixa.
  • C Encaminhar à consulta de enfermagem os indivíduos rastreados como suspeitos de serem portadores de hipertensão.
  • D Perguntar, sempre, ao paciente hipertenso se o mesmo está tomando, com regularidade, os medicamentos e se está cumprindo as orientações de dieta, atividades físicas, controle de peso, cessação do hábito de fumar e da ingestão de bebidas alcoólicas.

A vacinação infantil é uma das mais importantes estratégias para a proteção e controle de doenças em crianças, portanto o Agente Comunitário de Saúde deve estar sempre atento ao calendário vacinal das crianças do seu local de abrangência. De acordo com o Calendário Nacional de Vacinação 2022, as duas primeiras vacinas que ao bebê deve fazer são:

  • A Vacina pentavalente e Vacina Oral de Rotavírus Humano.
  • B Vacina meningocócica C e Vacina pneumocócica.
  • C Vacina da Hepatite B e Vacina BCG.
  • D Vacina para poliomielite e Vacina DTP (tríplice bacteriana).