Questões da Prova da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina (SED-SC) - Professor - História (2015)

Limpar Busca
Sobre a diversidade em sala de aula observa-se que “o 'normal e o estigmatizado' não são pessoas concretas, mas perspectivas que são geradas em situações sociais. Assim, nenhuma diferença é em si mesma vantajosa ou desvantajosa, pois a mesma característica pode mudar sua significação dependendo dos diversos olhares que se lançam sobre ela.” Nesse sentido o docente deve, exceto:
  • A Desconstruir a seletividade que busca a homogeneidade dos alunos no processo ensino e aprendizagem.
  • B Produzir, com os alunos relações que não permitam a criação dos estigmas.
  • C Avaliar a aprendizagem de forma homogênea para todos os estudantes, e assim ser justo.
  • D Trabalhar pelo potencial e não pelo limite dos alunos, independente de serem pessoas com deficiências.
  • E Ter atitude investigadora frente aos limites dos alunos, buscando os melhores métodos para que se apropriem dos conhecimentos desejados.
Currículo, grade curricular, disciplinas, conteú-dos, conhecimentos são inúmeras expressões (e também ações) que fazem parte do cotidiano nas escolas que são consideradas „naturais‟, ou seja, raramente objeto de estudo e reflexão nos seus aspectos históricos e conceituais.

Considerando os pressupostos da Proposta Curricular de Santa Catarina, qual a melhor concepção de currículo?
  • A O currículo está implicado em relações de poder, transmite visões sociais particulares e interessadas, produz identidades individuais e sociais particulares.
  • B O currículo significa prescrição do percurso educacional seus programas e atividades.
  • C É o conjunto de disciplinas e atividades, organizado com o objetivo de possibilitar que seja al-cançada uma meta proposta e fixada em função de um planejamento educativo.
  • D Rol de atividades sobre a organização da escola e a condução da aprendizagem.
  • E Unidade, ordem e sequência que a escola autonomamente elege para um curso.
“O projeto político pedagógico constitui-se num processo democrático de tomada de decisões com o objetivo de organizar o trabalho pedagógico, no sentido de trabalhar os conflitos na busca de superar relações competitivas, corporativas e autoritárias, diminuindo a fragmentação escolar.”

São processos inerentes à produção de um projeto político pedagógico, exceto:
  • A Selecionar, organizar e distribuir os conteúdos. Este processo exigirá definições sobre que conhecimentos são considerados válidos.
  • B Diagnosticar a realidade escolar fazendo-se um levantamento junto à comunidade da situação social, econômica, política e cultural da mesma.
  • C No diálogo permanente com a comunidade escolar elencar os objetivos a serem alcançados.
  • D No diálogo permanente com a comunidade escolar explicitar o eixo norteador da ação pedagógica, tendo em vista a formação do homem e da sociedade que queremos.
  • E Perspectivar o trabalho coletivo que deve apagar as diferenças existentes entre os diferentes membros da comunidade escolar.
O artigo 24º, inciso I da LDB diz que: “a carga horária mínima anual será de oitocentas horas, distribuídas por um mínimo de duzentos dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado aos exames finais, quando houver.”

Esta organização se aplica a:
  • A Educação Básica e ao Ensino Superior.
  • B toda a Educação Básica.
  • C Educação Básica nos níveis Educação Infantil e Ensino Fundamental.
  • D Educação Básica nos níveis Fundamental e Médio.
  • E Educação Básica e ao Ensino Tecnológico.
A verificação do rendimento escolar observará os seguintes critérios, exceto:

Artigo 24 - o inciso V da LDB.
  • A Aproveitamento de estudos concluídos com êxito.
  • B Avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do período sobre os de eventuais provas finais.
  • C Possibilidade de avanço nos cursos e nas séries mediante verificação do aprendizado.
  • D Impossibilidade de aceleração de estudos para alunos com atraso escolar.
  • E Obrigatoriedade de estudos de recuperação, de preferência paralelos ao período letivo, para os casos de baixo rendimento escolar, a serem disciplinados pelas instituições de ensino em seus regimentos.