Questões da Prova do Prova UECE - CEV - 2019 - UECE - Vestibular - Segundo Semestre (2019)

Limpar Busca

Sobre o texto 1, uma canção de Chico Buarque de Hollanda e Bob Russel, é INCORRETO afirmar que

  • A relata flagrantes do cotidiano, ao apresentar magia e delicadeza através da letra de uma canção que envolve todos em um instante fugaz de alegria.
  • B se trata de um texto predominantemente narrativo, pois nele se identificam algumas categorias da narrativa, tais como foco narrativo, personagens, tempo, espaço e ação.
  • C os personagens demonstram imobilismo, uma vez que não são observáveis as mudanças de atitudes com a passagem da banda.
  • D o personagem principal caracteriza-se como personagem-narrador, pois se apresenta, no texto, como aquele que fornece as informações e vivencia ações na narrativa.

Sobre as funções da linguagem do texto 1, é correto afirmar que predomina

  • A a função referencial, porque são dadas as informações sobre os personagens do texto, mesmo que esses sejam ficcionais.
  • B a função poética, pois há ênfase na elaboração estética do texto, havendo um jogo entre as palavras e as possibilidades de significação.
  • C a função conativa, porque o texto é um chamado à participação de todos para verem a banda.
  • D a função fática, porque a fugacidade do momento induz os envolvidos a apenas estabelecerem contato entre si.

Se compreendermos o texto 1 como um paradigma da representação do mundo contemporâneo, é correto afirmar que

  • A há a representação das relações humanas vazias, da incomunicabilidade, da solidão e do isolamento, que a passagem da banda vai desfazer, por seu caráter nostálgico e por ser a música uma linguagem universal.
  • B o tempo e os espaços míticos evocados são possíveis remissões aos acontecimentos anteriores à Revolução Industrial e representam a agitação que se estende à contemporaneidade.
  • C representa a conformação com as questões políticas que se encontravam em destaque na época, estendendo-se até a contemporaneidade, porque a canção metaforiza um permanente estado de aceitação.
  • D é uma notícia que revela as mudanças ocorridas na sociedade, cuja metáfora da banda realça as formas de comunicação que atuam em conjunto para a necessidade de espetacularização marcada pela incessante exposição e bombardeio de informações.

A entrevista marca-se como uma das formas de obtenção de fontes para notícias e reportagens a partir dos dados e argumentos expostos pelo(a) entrevistado(a). Em relação ao texto 2, é correto afirmar que a tese expressa pelo infectologista sobre os motivos da permanência das doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypt corresponde

  • A ao êxito do modelo de controle do mosquito que se encontra com 110 anos de utilização.
  • B à atuação da população e das autoridades sanitárias que ocorre durante todo o ano e não somente no verão, quando o mosquito está em evidência.
  • C à inexistência de uma nova abordagem para controle do mosquito que considere a complexidade urbana e seus problemas.
  • D à inoperância do Estado em muitos lugares, onde os policiais, que são agentes de saúde, não podem entrar a qualquer hora.

A intertextualidade é um dos fatores responsáveis pela construção de sentido. Ela é percebida quando o leitor recupera, no texto em tela, informações de outros textos que se encontram explícitas ou inferidas. Sobre essa questão, considere as seguintes afirmativas:

I. “Nem as águas de março que acabaram de fechar o verão são promessa de uma trégua” (linhas 52-54).

II. “Essa bárbara segregação social que o Brasil tem, esse apartheid social [...] criou condições para haver comunidades extremamente vulneráveis [...]” (linhas 82- 86).

III. “Essa complexidade urbana não aparenta que será modificada nos próximos anos” (linhas 92-94).

É correto afirmar que há intertextualidade em

  • A I e II apenas.
  • B I e III apenas.
  • C II e III apenas.
  • D I, II e III.