Questões da Prova da Prefeitura Municipal de São José dos Campos - Professor I (2019)

Limpar Busca

De acordo com o autor, o comentário do chefe de arte da Folha da Manhã

  • A ia ao encontro de suas expectativas como aspirante a desenhista de histórias em quadrinho.
  • B por pouco não conseguiu dissuadi-lo de dedicar-se ao trabalho na redação daquele jornal.
  • C deixou-o mais obstinado em realizar seu sonho de viver como desenhista.
  • D frustrou-o porque chamou atenção para a falta de perícia de seus primeiros desenhos.
  • E sem dúvida foi decisivo para que ele começasse a se interessar por histórias em quadrinhos.

Considere o 3o parágrafo: Desde muito cedo, eu sonhava em ser desenhista de histórias em quadrinhos, mas tudo jogava contra. O Brasil não tinha tradição nessa área, as tiras de sucesso eram basicamente estrangeiras. Além disso, padres e educadores acreditavam que gibis eram uma ameaça para os jovens. Achavam que as crianças, por lerem histórias de crime e suspense, se tornariam psicopatas e assassinas. Se dependesse dos críticos, os gibis seriam riscados do mapa.
O conteúdo organiza-se, nesse parágrafo, na seguinte ordem:

  • A definição seguida de ilustração.
  • B avaliação crítica seguida de ressalva.
  • C opinião do senso comum seguida de opinião pessoal.
  • D questionamento retórico seguido de resposta.
  • E afirmação seguida de justificativa.

O que se afirma no 5o parágrafo serve ao propósito de

  • A argumentar que o sucesso é consequência não do talento, mas da força de vontade.
  • B mostrar que a trajetória de cada artista é única e dispensa comparações.
  • C provar que o futuro de pessoas de talento é definido por interesses mercadológicos.
  • D sugerir que o comentário do chefe de arte da Folha da Manhã era equivocado.
  • E defender que o sucesso ou o fracasso de um artista é uma questão de sorte.

Os termos zombeteiro, basicamente e índole, em destaque no 1o e 6o parágrafos, estão empregados, respectivamente, como sinônimos de

  • A brincalhão, fundamentalmente e instrução.
  • B irônico, naturalmente e insegurança.
  • C debochador, essencialmente e temperamento.
  • D irresoluto, principalmente e feitio.
  • E ressabiado, fortuitamente e natureza.

Está empregada com sentido figurado a expressão destacada na seguinte passagem do texto:

  • A Fui ao chefe de arte, expliquei que estava em busca de uma oportunidade... (1o parágrafo)
  • B O Brasil não tinha tradição nessa área, as tiras de sucesso eram basicamente estrangeiras. (3o parágrafo)
  • C Achavam que as crianças, por lerem histórias de crime e suspense, se tornariam psicopatas e assassinas. (3o parágrafo)
  • D Walt Disney foi demitido de um jornal sob a alegação de ter pouca imaginação e nenhuma ideia original. (5o parágrafo)
  • E Aquele “Desista, menino” [...] se tornou uma espécie de pedra fundamental que usei como base para construir o futuro. (6o parágrafo)