Questões da Prova da Prefeitura Municipal de Salvador - Professor - Língua Portuguesa (2019)

Limpar Busca

Dê força para quem já está fazendo!

Tem uma galera que reclama, tem outra que faz, tem aquela que ajuda a fazer. Qual delas é você?


Os dizeres do cartaz empregam a linguagem coloquial a fim de tornar-se mais comunicativo. Assinale a opção em que não se faz uso dessa variedade de linguagem.

  • A Dê força para quem já está fazendo!
  • B Tem uma galera que reclama.
  • C tem outra que faz.
  • D tem aquela que ajuda a fazer.
  • E Qual delas é você?

A solução para a questão da violência no Brasil envolve os mais diversos setores da sociedade, não só a segurança pública e um judiciário eficiente, mas também demanda com urgência, profundidade e extensão a melhoria do sistema educacional, de saúde, habitacional, oportunidades de emprego, dentre outros fatores.”


Considerando-se o texto de uma redação de caráter dissertativo-argumentativo padrão, o fragmento acima corresponde à

  • A exposição da tese inicial.
  • B citação de argumentos.
  • C conclusão do texto.
  • D alusão a textos de autoridade.
  • E indicação do tema a ser tratado.

A clareza é uma das qualidades que se exigem na redação de um texto de caráter científico. Assinale a opção que indica um fator que auxilia na obtenção de clareza no uso linguístico.

  • A As intercalações.
  • B A ordem direta.
  • C As redundâncias.
  • D A linguagem conotativa.
  • E O emprego constante de parênteses.

A banalização das artes e da literatura, o triunfo do jornalismo sensacionalista e a frivolidade da política são sintomas de um mal maior que afeta a sociedade contemporânea: a ideia temerária de converter em bem supremo nossa natural propensão a nos divertirmos”.


Mário Vargas Llosa, A civilização do espetáculo


Assinale a opção em que os termos destacados contêm uma visão negativa.

  • A das artes / da literatura.
  • B sensacionalista / política.
  • C banalização / frivolidade.
  • D sintomas / temerária.
  • E contemporânea / propensão.

O emprego de “se não” na frase “Se não vierem todos, como será a festa?” está correto.


As opções a seguir mostram frases em que o emprego de “se não” está correto, à exceção de uma. Assinale-a.

  • A Aprender a escrever é, em grande parte, se não principalmente, aprender a pensar.
  • B O prêmio foi de 170 mil dólares, se não mais.
  • C O deputado tornou-se rico, se não milionário.
  • D Deus ajude a que venha, se não todos perderemos.
  • E Se não desejar acompanhar-me, entenderei.