Questões da Prova do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPE-RN) - Analista de Tecnologia da Informação - Engenharia de Software (2010)

Limpar Busca

A expressão É um clássico caso de copo meio cheio ou meio vazio é utilizada, no contexto do primeiro parágrafo, para figurar a

  • A predominância, nas crianças, da índole maldosa sobre as inclinações altruístas.
  • B equivalência, na idade infantil, entre as atitudes egoístas e os instintos naturais.
  • C dificuldade de se reconhecer, nas atitudes infantis, a primazia do egoísmo ou do altruísmo.
  • D relação de causa e efeito entre o instinto natural das crianças e seus gestos altruístas.
  • E supremacia, no mundo infantil, dos instintos naturais sobre a pureza primordial.

No 2º parágrafo, afirma-se que os adultos,

  • A por força de suas convicções morais, veem as crianças como seres invariavelmente inocentes.
  • B não obstante seus instintos paternais, deixam de reconhecer as efetivas virtudes das crianças.
  • C por razões de ordem biológica, cuidam tão somente dos fatos que desabonam a conduta infantil.
  • D em razão de seus instintos protecionistas, enxergam nas crianças apenas o que a eles convém.
  • E em vista de suas boas intenções, contrariam seus instintos na hora de avaliar as crianças.

Atente para as seguintes afirmações:

I. No 3º parágrafo, considera-se que há razões de ordem biológica para que os adultos deixem de transformar em ideologia a idealização que promovem da infância.

II. No 4º parágrafo, a convicção de Rousseau é referida em reforço da tese de que a criança não deve ser vista como um ser naturalmente puro.

III. No 4º parágrafo, afirma-se que um novo conceito de infância, proposto por Rosseau, dizia respeito a novas práticas de educação.

Em relação ao texto, está correto APENAS o que se afirma em

  • A I.
  • B I e II.
  • C II.
  • D II e III.
  • E III.

Considerando-se o contexto, traduz-se adequadamente o sentido de um segmento em:

  • A uma pureza primordial (1º parágrafo) = uma inocência primitiva.
  • B vieses sensórios (2º parágrafo) = elucubrações oblíquas.
  • C predisposição natural (3º parágrafo) = pressuposição primitiva.
  • D aposta temerária (3º parágrafo) = lance temeroso.
  • E ideia bastante plausível (4º parágrafo) = tese bem notória.

As normas de concordância verbal estão plenamente observadas na frase:

  • A Não basta ensinar conteúdos às crianças, pensava Rousseau; impõe-se educá-las, mas de modo que não as deforme a sociedade.
  • B Não se esperem das crianças que sejam puras ou angelicais, pois elas já nasceriam com os instintos da agressão e da crueldade.
  • C Houve tempos em que o índice de mortalidade dos bebês atingiam um patamar que hoje suscitariam sérias sindicâncias.
  • D A genialidade de Walt Disney teria reforçado, nos traços dos desenhos, a imagem de inocência que se atribuíam às crianças.
  • E Estão em nossos instintos de adultos o impulso para que consideremos, em princípio, frágeis e indefesas todas as crianças.