Questões da Prova do Liquigás Distribuidora S.A (LIQUIGAS) - Profissional Júnior - Ciências Contábeis (2013)

Limpar Busca

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) foi criado pelo Conselho Federal de Contabilidade, com a Resolução CFC nº 1.055/2005 que, nos termos de seu Art. 2º , informa que o Comitê foi composto pelas seguintes entidades:

a- ABRASCA – Associação Brasileira das Companhias Abertas;
b- APIMEC NACIONAL – Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais;
c- BM&FBOVESPA S.A. – Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros;
d- CFC – Conselho Federal de Contabilidade;
e- IBRACON – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil;
f- FIPECAFI – Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras

A resolução CFC nº 1.055/2005, no Capítulo III da Administração e Funcionamento, Art. 7º , estabelece que o Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) será formado, em sua maioria, por Contadores, com registro ativo em Conselho Regional de Contabilidade e no § 2º do Art. 7º determina que a indicação dos membros efetivos do Comitê será feita pelas entidades que o constituem.

De acordo com o § 2º citado acima, o número de membros que cabe a cada entidade indicar para membro efetivo do CPC é

  • A 2
  • B 3
  • C 4
  • D 5
  • E 6

A Deliberação CVM nº 539, de 14 de março de 2008, aprovou o Pronunciamento Conceitual Básico do CPC, que dispõe sobre a Estrutura Conceitual para a Elaboração e Apresentação das Demonstrações Contábeis do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC).
A aludida Estrutura Conceitual para a Elaboração e Apresentação das Demonstrações Contábeis estabelece na introdução as finalidades da mesma ao apresentar no item 1:

1. Esta Estrutura Conceitual estabelece os conceitos que fundamentam a preparação e a apresentação de demonstra- ções contábeis destinadas a usuários externos.

Dentre as finalidades enumeradas pela Estrutura Conceitual consta a de auxiliar os auditores independentes a

  • A apresentar seus relatórios e pareceres de acordo com as determinações da legislação e das normas vigentes.
  • B elaborar seus planos de trabalho de conformidade com as determinações contidas nos Pronunciamentos Técnicos
  • C fazer o seu trabalho de campo de acordo com a legislação, as normas vigentes e os Pronunciamentos Técnicos.
  • D formar sua opinião sobre a conformidade das demonstrações contábeis com os Pronunciamentos Técnicos.
  • E fundamentar seus achados nas determinações emanadas da legislação societária e normas de auditoria independente.

Ao final de um exercício social, a companhia de capital aberto apresentou as seguintes informações parciais, retiradas das demonstrações contábeis realizadas no encerramento desse mesmo exercício.

Custo das mercadorias vendidas 400.000,00
Deduções das vendas 120.000,00
Despesas de vendas e administrativas 200.000,00
Dividendos obrigatórios propostos pela administração 100.000,00
Imposto de Renda (provisão para Imposto de Renda) 50.000,00
Participações (empregados e administradores) 40.000,00
Receita Líquida das Vendas 920.000,00

Considerando exclusivamente as informações recebidas e a boa técnica de elaboração da Demonstração do Resultado do Exercício, o lucro líquido da companhia, no exercício, em reais, é

  • A 10.000,00
  • B 110.000,00
  • C 130.000,00
  • D 170.000,00
  • E 230.000,00

ma companhia de capital fechado com patrimônio líquido superior a 2 milhões informou:

Pagamento de dividendos 60.000,00
Recebimento por emissão de debêntures 100.000,00
Recolhimento de tributos 50.000,00
Venda de Imobilizado 70.000,00

Considerando exclusivamente as informações apresentadas pela companhia e a boa técnica contábil para a elaboração da Demonstração dos Fluxos de Caixa, pelo método direto, o caixa líquido das atividades de financiamento, em reais, aumentou

  • A 10.000,00
  • B 20.000,00
  • C 40.000,00
  • D 60.000,00
  • E 170.000,00

Uma companhia, ao realizar os devidos cálculos de ajuste a valor presente do valor de uma Duplicata a Receber classifida no Ativo Não Circulante / Realizável a Longo prazo, fez as seguintes anotações.

Valor inicial da Duplicata a Receber 15.000,00
Valor da Duplicata ajustada a valor presente 10.800,00

Considerando exclusivamente as informações recebidas e a boa técnica contábil, o registro contábil que a companhia vai realizar, para reconhecer o valor presente da duplicata a receber, é

  • A D Despesa de Ajuste a Valor Presente 4.200,00
    C Provisão para Ajuste a Valor Presente 4.200,00
  • B D Duplicatas a Receber 4.200,00
    C Provisão para Ajuste a Valor Presente 4.200,00
  • C D Receita de Financiamento de Vendas 4.200,00
    C Provisão para Ajuste a Valor Presente 4.200,00
  • D D Despesa de Ajuste a Valor Presente 10.800,00
    C Duplicatas a Receber 10.800,00
  • E D Receita de Financiamento de Vendas 10.800,00
    C Duplicatas a Receber 10.800,00