Questões da Prova do Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) - Técnico - Informática (2015)

Limpar Busca

Tendo em vista o sentido global do texto, podemos afirmar que a crônica de Artur Xexéo:

  • A desenvolve a temática carnavalesca sob o prisma cultural, focando a diversidade que impera nas festas de rua brasileiras.
  • B questiona a importância cultural do carnaval, tendo em vista os problemas logísticos que a festa traz para os moradores de bairros nobres.
  • C relativiza a hegemonia do samba enquanto ritmo representativo do carnaval carioca brasileiro.
  • D reflete acerca do carnaval de rua carioca a partir da existência de posicionamentos divergentes entre si.
  • E Contribui para o renascimento dos blocos de rua, que antes do texto eram relegados a uma posição inferior na hierarquia carnavalesca.

A contradição a que se refere a primeira frase do texto está corretamente apontada em:

  • A As escolas de samba fazem mais sucesso do que os blocos, embora sejam mais populares.
  • B Chico Buarque, embora não seja sambista, foi bastante feliz ao falar sobre a organização do Carnaval.
  • C As pessoas reclamavam do fim do carnaval de rua, mas quando ele voltou a ter força, isso gerou insatisfação.
  • D Os blocos de rua renasceram há pouco, mas já estão causando transtornos imensos para a população.
  • E Apesar da existência de blocos e das tradicionais escolas de samba, o carnaval do Rio ainda permanece com um ar melancólico.

Sobre o trecho indicado a seguir, assinale o único comentário INCORRETO:


"Não vai longe o tempo em que reclamava da decadência da folia nas ruas."

  • A O sujeito da segunda oração é "Rio", termo recuperável na frase anterior.
  • B Ao dizer "não vai longe o tempo", o cronista afirma "fazer pouco tempo".
  • C Nesse contexto, "folia" é sinônimo de carnaval.
  • D "Em que" traduz um valor semântico temporal.
  • E O sujeito da forma verbal "vai" é indeterminado.

Em "Tem bloco demais, tem gente demais, tem pouco banheiro, tem muito banheiro... Carnaval é festa espontânea", o autor utiliza uma estrutura paralelística cuja principal finalidade, tendo em vista o sentido global do texto é:

  • A enumerar as insatisfações dos moradores onde ocorrem os blocos de rua, ratificando as suas críticas.
  • B enfatizar as demasiadas críticas dos moradores, que considera descabidas tendo em vista a natureza da festa.
  • C ironizar os organizadores dos eventos, que não se preocupam com a criação de um ambiente ordeiro e agradável.
  • D recuperarfalas reais de moradores para, em consonãncia com as mesmas, provocar a reação das autoridades.
  • E destacar uma série de problemas vivenciados por ele ao longo de sua experiência em carnavais antigos e atuais.

Na crônica, a referência a Chico Buarque e sua canção tem o objetivo de:

  • A embasar a defesa da ideia do cronista.
  • B usar ideias do senso comum como base da argumentação.
  • C construir argumentos a partir de uma relação de causa e conseqüência.
  • D evidenciar um posicionamento contrário ao do autor do texto.
  • E corroborar as reclamações dos moradores de Ipanema.