Questões da Prova do DPE-SP - Analista de Sistemas - Administração de Rede (FCC - 2013) Página 1

Segundo o autor,

  • A o sertanista compartilhava com os indígenas não apenas os caminhos que estes já haviam estabelecido, como também a sua perícia na ultrapassagem dos terrenos mais acidentados.
  • B os caminhos estabelecidos pelos indígenas eram tão precários que os paulistas, antes de conseguirem realizar algumas melhorias, acabavam se desorientando quando tentavam percorrê-los.
  • C a transposição dos caminhos abertos pelos índios era bastante traiçoeira, sobretudo por conta dos galhos cortados que constituíam pistas falsas para desorientar o caminhante inadvertido.
  • D as marcas realizadas na vegetação eram tão sutis que os próprios indígenas acabavam se confundindo e eram então ajudados pelos sertanistas para precisar a localização dos caminhos.
  • E a ausência de estradas mais bem acabadas foi um dos motivos para o sucesso do paulista nas entradas, pois teve de abrir seus próprios caminhos para atingir o interior do país.

Há no texto a sugestão de que

  • A a linguagem indígena seria inadequada para a nomeação de regiões e estradas a serem figuradas num mapa.
  • B os desdobramentos da história de São Paulo seriam inseparáveis de seu sistema de estradas do século XVII.
  • C o homem civilizado do século XVII seria mais preocupado com a preservação ambiental do que os indígenas.
  • D as vestimentas usadas pelos indígenas tornariam o deslocamento por determinados terrenos ainda mais difícil.
  • E antigos mapas geográficos poderiam conter símbolos que aludem a conhecimentos mágicos e esotéricos.

O segmento do texto cujo sentido está corretamente expresso em outras palavras é:

  • A os nomes estropiados desorientam = os predicativos bárbaros aturdem.
  • B revelam suas afinidades com o gentio = eclipsam seus vínculos com o popular.
  • C Quando em terreno fragoso = Se em local plano e espaçoso.
  • D os adventícios deveram habituar-se = os forasteiros tiveram de acostumar-se.
  • E o incipiente sistema de viação = a incompreensível organização dos veículos.
Donos de uma capacidade de orientação nas brenhas selvagens [...], sabiam os paulistas como...

O segmento em destaque na frase acima exerce a mesma função sintática que o elemento grifado em:
  • A Nas expedições breves serviam de balizas ou mostradores para a volta.
  • B Às estreitas veredas e atalhos [...], nada acrescentariam aqueles de considerável...
  • C Só a um olhar muito exercitado seria perceptível o sinal.
  • D Uma sequência de tais galhos, em qualquer floresta, podia significar uma pista.
  • E Alguns mapas e textos do século XVII apresentam-nos a vila de São Paulo como centro...
Koch-Grünberg viu uma dessas marcas de caminho na serra de Tunuí...

Transpondo-se a frase acima para a voz passiva, a forma verbal resultante será:
  • A foi visto.
  • B foram vistas.
  • C fora vista.
  • D eram vistas.
  • E foi vista.