Questões de Concursos para Técnico em Comunicação Social

Limpar Busca

“Há um país onde, diferentemente do que ocorre no Brasil, a justiça processa ex-presidentes conservadores, os condena por desvio de verbas e manda-os para a prisão.” (linhas 1 a 3)

A respeito do período acima, analise as afirmativas a seguir:

I. Há, no período, dois pronomes relativos.

II. Não há pronome demonstrativo no período.

III. Não há paralelismo entre as opções de colocação pronominal nas duas últimas orações.

Assinale

  • A se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
  • B se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
  • C se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
  • D se todas as afirmativas estiverem corretas.
  • E se nenhuma afirmativa estiver correta.

Pintor, escultor e serigrafista brasileiro radicado nos Estados Unidos, seu trabalho combina elementos de cubismo, pop art e grafite. A descrição se refere a

  • A Lasar Segall.
  • B Robert Rey.
  • C Romero Britto.
  • D Vanderlei Cordeiro de Lima.
  • E Ruy Othake.

De acordo com a Lei 8.112/90, poderão ser instituídos, no âmbito dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, os seguintes incentivos funcionais:

I. prêmios pela apresentação de ideias, inventos ou trabalhos que favoreçam o aumento de produtividade e a redução dos custos operacionais;

II. concessão de medalhas, diplomas de honra ao mérito, condecoração e elogio;

III. gratificação pecuniária pela prestação de serviço eleitoral relevante,

Analisando os itens acima, é correto afirmar que

  • A somente o item I está correto.
  • B somente o item II está correto.
  • C somente o item III está correto.
  • D somente os itens I e II estão corretos.
  • E todos os itens estão corretos.

A criação e a produção de notícias on-line para divulgação em rede exigem conhecimento especializado, equipe multidisciplinar e planejamento. Segundo Moherdaui (2002), é conveniente fazer uma pesquisa de comportamento antes de estabelecer o perfil do leitor que se quer atingir e de elaborar o planejamento jornalístico, para estabelecer a estrutura narrativa e a utilização de ferramentas de navegação eficazes e que não confundam o leitor, mas que o auxiliem na busca. O hipertexto é um meio de organização de informações no qual o centro de atenção depende do leitor, que se converte, assim, em um leitor ativo. A edição on-line deve permitir uma leitura linear da notícia individualizada, em que o leitor pode percorrer os diversos caminhos de leitura, disponíveis por conjunto de palavras e por blocos de textos estruturados em rede, com recursos multimídia. A esse respeito, assinale a alternativa que apresente os pontos a serem observados na concepção de um informativo on-line, considerados por Moherdaui (2002).

  • A Criar um guia de estilo para a rede, porém os tamanhos e fontes das letras podem variar a cada edição, assim como o desenho – layout – da página.
  • B Usar as ferramentas que a internet oferece e editar notícias na mesma linguagem usada em veículos impressos.
  • C O texto a ser editado deve ser para um público homogêneo ou para qualquer público, pois não existe possibilidade de saber quem é o leitor que busca a informação on-line.
  • D Não existe a necessidade de considerar o horário de maior visitação para determinar o tamanho e o momento da publicação, pois o espaço on-line pode ser visitado a qualquer momento.
  • E Dimensionar a extensão do texto e a amplitude da notícia pelas condições impostas pelo veículo e pelos seus elementos interativos, que propiciam a consulta a várias fontes e a links diversos. Ainda, é necessário explorar a possibilidade da cobertura em tempo real, o alcance da rede e o seu caráter internacional.

No que tange à clareza dos textos oficiais, com base no que orienta o Manual de redação da Presidência da República, não é correto afirmar que

  • A se pode definir como claro aquele texto que possibilita imediata compreensão pelo leitor. No entanto, a clareza não é algo que se atinja por si só: ela depende estritamente das demais características da redação oficial.
  • B o esforço de ser conciso atende, basicamente, ao princípio de economia linguística, à mencionada fórmula de empregar o mínimo de palavras para informar o máximo. Não se deve de forma alguma entendê-la como economia de pensamento, isto é, não se devem eliminar passagens substanciais do texto no afã de reduzi-lo em tamanho. Trata-se exclusivamente de cortar palavras inúteis, redundâncias, passagens que nada acrescentem ao que já foi dito.
  • C para ela concorrem também a impessoalidade, que evita a duplicidade de interpretações que poderia decorrer de um tratamento personalista dado ao texto; e o uso do padrão culto de linguagem, em princípio, de entendimento geral e por definição avesso a vocábulos de circulação restrita, como a gíria e o jargão.
  • D na revisão de um expediente, deve-se avaliar se ele será de fácil compreensão por seu destinatário. O objetivo é levar o destinatário a pesquisar o sentido que foi dado ao texto por terceiros, uma vez que quem o produz não tem condições de explicitar todas as ideias, por se tratar de assuntos sempre técnicos, que exigem linguagem própria.
  • E a revisão atenta exige, necessariamente, tempo. A pressa com que são elaboradas certas comunicações quase sempre compromete sua clareza. Não se deve proceder à redação de um texto que não seja seguida por sua revisão. Evite-se, pois, o atraso, com sua indesejável repercussão no redigir.