Questões de Concursos para Médico

Limpar Busca

Sendo o diafragma o mais importante músculo respiratório, contribuindo com mais de 50% da ventilação pulmonar, toda afecção que interfira em seus movimentos pode causar dispneia. As principais são:

  • A Condensações parenquimatosas.
  • B Rarefações parenquimatosas.
  • C As diretamente relacionadas à congestão venosa pulmonar.
  • D Paralisia, hérnias e elevações uni ou bilaterais.
  • E Alterações musculares, tais como miosites, pleurodinias ou mialgias intensas.

Qual dos ritmos respiratórios, abaixo, enquadra-se nos quadros de cetoacidose diabética?

  • A Caracteriza-se pelo aumento da amplitude dos movimentos respiratórios, de modo regular.
  • B Fase de apneia seguida de movimentos inspiratórios e expiratórios anárquicos quanto a sua amplitude e frequência. É caracterizada por verdadeira irregularidade respiratória; ritmo, frequência e amplitude estão alterados.
  • C Ruídos respiratórios normais são interrompidos por suspiros isolados ou agrupados.
  • D É um tipo respiratório caracterizado por fase de apneia seguida de movimentos respiratórios de amplitude, progressivamente, crescente, sucedidos por série de movimentos respiratórios de amplitude, progressivamente, decrescente, até novo período de apneia, de duração variável de 15 a 30 segundos, podendo atingir 60 segundos, repetindo-se o ciclo, sucessivamente.
  • E Caracterizada por fase de inspiração; fase de apneia, relativamente, prolongada, em inspiração; fase de expiração e fase de apneia, relativamente, prolongada, durante a expiração. A fase inspiração e expiração são ruidosas e cada vez mais amplas.

A síndrome cavitária é decorrente de um processo destrutivo do parênquima pulmonar (necrose ou supuração) secundária à tuberculose pulmonar, a abscesso pulmonar ou de uma neoplasia escavada. No exame físico, a percussão revela os seguintes achados:

  • A Nada de característico é observado.
  • B Diminuição da amplitude, no lado acometido.
  • C Diminuição da expansibilidade respiratória, no lado afetado.
  • D Hipersonoridade, nas cavidades grandes e superficiais; timpanismo, caverna com conteúdo aéreo, submacicez ou macicez, nas condensações pericavitárias ou quando houver liquido, no seu interior.
  • E Murmúrio vesicular abolido, sopro cavitário, pectorilóquia, nas cavernas volumosas e superficiais.

De acordo com a Portaria nº 264/2020, é correto afirmar que:

  • A Os casos de Dengue são de notificação compulsória, imediata, em nível municipal.
  • B A Doença de Creutzfeldt-Jakob é de notificação compulsória, imediata, em nível estadual.
  • C Hanseníase e Hantaviroses são doenças de notificação compulsória, semanal.
  • D Leishmaniose Tegumentar Americana é doença de notificação compulsória imediata, em nível nacional.
  • E Nenhum dos tipos de Herpes é descrito na lista de doenças de notificação compulsória.

Sobre o diagnóstico clínico e laboratorial da anemia ferropriva, considere a alternativa incorreta:

  • A As manifestações clínicas da deficiência de ferro são determinadas pelos estágios de depleção, deficiência de ferro e anemia, propriamente, dita.
  • B Quando as repercussões clínicas e fisiológicas são aparentes, como apatia, cansaço, irritabilidade, taquicardia e outros. Exames laboratoriais específicos oferecem diagnóstico em cada um destes períodos.
  • C A depleção de ferro, primeiro estágio, é caracterizada por diminuição dos depósitos de ferro no fígado, baço e medula óssea e pode ser diagnosticada a partir da ferritina sérica, principal parâmetro utilizado para avaliar as reservas de ferro.
  • D Valores de ferritina inferiores a 12μg/L são fortes indicadores de depleção das reservas corporais de ferro em crianças menores de 5 anos, e inferiores a 15μg/L para crianças entre 5 e 12 anos.
  • E A OMS estabelece como ponto de corte para diagnóstico de anemia valores de hemoglobina menores que 12g/dl e 12,5g/dl para crianças de 6 a 60 meses e crianças de 5 a 11 anos de idade, respectivamente.