Questões de Concursos para Coordenador Pedagógico - Matutino

Limpar Busca

A imagem da resposta de um professor de matemática (abaixo), tentando ajudar uma aluna, viralizou após um trecho da prova ser compartilhado no Twitter. Na imagem, a garota, acreditando que não acertaria a questão, deixou um recado para o professor: "Jorge, eu sou uma decepção em matemática, então não se assusta com o meu zero". Ainda acrescentou: "PS: Me dá ponto?” O professor, por sua vez, retificou a sentença da aluna: "Jorge, eu não sou uma decepção em matemática! – e acrescentou: “Então me ajuda a entender melhor?". "Claro!", respondeu à sua pergunta arquitetada. A autorresposta foi: "Não há necessidade!", afinal a garota havia acertado a questão.

Imagem: https://bit.ly/2lPKQ54

Abaixo, foram selecionados alguns comentários (adaptados) de internautas à notícia. Assinale o julgamento em que o episódio vai de encontro à modernidade líquida:

  • A Não vi nada de fofo nem de engraçado. O que vi é o que todo mundo já sabe: o nível de aprendizado dos alunos no Brasil é uma vergonha. Na minha época, esta aluna, ao invés de ganhar elogios e curtidas, ganharia castigo e tarefas extras com muitos exercícios de matemática, até aprender. Aposto que ela sabe tudo sobre a Anita, sobre funk, sobre Instagram e um monte de coisas fúteis. (Angus)
  • B Professor de matemática bom de português!!! Parabéns. A aluna tentou o jeitinho corrupto brasileiro, e ele teve muita classe ao responder. Acho que o professor pode processar a aluna por assédio. (Verde-verde)
  • C A aluna pediu propina (ponto sem merecer). O professor respondeu que não tem necessidade, ou seja, se ela tivesse tirado uma nota ruim, ele daria ponto. Isso é um péssimo exemplo, simboliza a corrupção de nossa sociedade, nota 0 para esse professor. (Sr. Santini)
  • D Estamos precisando de professores assim, positivos e confiantes em ensinar e a ajudar. Um ser humano com empatia e serenidade para ensinar a não desistir jamais, ver empatia faz a gente tentar acreditar em um mundo melhor. (Patrícia Fiuza)
  • E Eu sou professor de Matemática e não dou colher de chá para meus alunos e não respondo nenhuma mensagem inserida em um documento como uma prova. (SouNon)

No início do processo de tramitação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB 9394/96), duas tendências polarizaram as disputas em torno de concepções educacionais que deveriam nortear a organização do sistema público escolar: a Tendência Histórico Crítica e a Tendência Liberal Tecnicista. Sobre essas duas tendências, analise as afirmações abaixo, colocando HC, para Tendência Histórico-Crítica, e LT, para Tendência Liberal Tecnicista:
( ) Introduzida na política oficial brasileira no final dos anos 60, fundamentada no pressuposto de que a educação deve subordinar-se à sociedade. ( ) Fundamentada nas relações entre educação e os condicionantes sociais, faz crítica à educação no âmbito do capitalismo, tendo em vista o caráter contraditório que preside as relações sociais. ( ) Para esta tendência, a educação pode interferir na sociedade no sentido de contribuir para sua transformação. ( ) Essa tendência se fundamenta no pressuposto de que a educação deve subordinar-se à sociedade. ( ) Para essa tendência de caráter utilitarista, a educação tem a função instrumental de preparar mão de obra para o mercado de trabalho.
Assinale a alternativa correta:

  • A LT – HC – HC – LT – LT.
  • B HC – HC – HC – HC – HC.
  • C HC – HC – HC – HC – LT.
  • D LT – HC – HC – HC – LT.
  • E HC – LT – HC – LT – HC.

O filme brasileiro, dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles (2019), premiado em três importantes festivais de cinema internacionais, é:

  • A Legalidade.
  • B Hunt.
  • C Bacurau.
  • D Inferninho.
  • E Simonal.

O projeto político-pedagógico não é mais um documento construído no espaço escolar com o objetivo de se realizar uma tarefa burocrática para ao final ser simplesmente arquivado ou remetido a autoridades educacionais. O PPP de uma escola é muito mais que isso, é um instrumento da gestão democrática. Sobre o PPP e gestão democrática, afirma-se:
( ) O conselho escolar pode ser considerado como sustentáculo do projeto político-pedagógico. ( ) A seletividade, a discriminação, a exclusão e o rebaixamento do ensino das camadas populares não é necessariamente uma das preocupações do PPP, pois seu eixo central não é ser um instrumento de luta contra essas questões. ( ) O projeto político-pedagógico exige uma ação colegiada para verificar se as atividades pedagógicas estão coerentes com os objetivos propostos. Exige também que cada professor tenha uma proposta, um plano de ensino articulado ao projeto da escola. ( ) A legislação torna o projeto político-pedagógico e o conselho escolar instrumentos da gestão escolar, outorgando aos sistemas de ensino a tarefa da regulamentação. ( ) O conselho escolar e o conselho de classe são mecanismos de participação e sustentação do projeto político-pedagógico.
Considerando-se V, às assertivas verdadeiras, e F, às falsas, a sequência correta está em:

  • A V – F – F – F – F.
  • B V – F – V – V – V.
  • C V – F – V – V – F.
  • D F – V – V – V – F.
  • E F – V – F – F – V.

Sobre o Art. 6º da Constituição brasileira, analise, entre outros, os direitos sociais da pessoa e, diante de cada um, escreva V, se for verdadeiro, e F, se for falso:
( ) Direito à educação. ( ) Direito à alimentação. ( ) Direito ao trabalho. ( ) Direito à moradia. ( ) Direito à assistência aos desamparados.
Assinale a alternativa com a sequência correta:

  • A V – V – V – V – V.
  • B V – F – V – F – F.
  • C V – V – F – F – V.
  • D V – V – F – V – F.
  • E V – V – V – F – F.