Questões de Concursos para Assistente Legislativo - Assistente Administrativo

Limpar Busca
A forma radical de mudar as leis da vida, investigada ao longo do texto, está na possibilidade de o homem
  • A dominar tão completamente as leis da genética que possa um dia vir a interferir sobre a longevidade e a qualidade do viver.
  • B alargar de tal modo nossa compreensão do que seja a vida que passe a aceitar como vivas as propriedades dos minerais.
  • C combater tão completamente a ação dos vírus existentes que passe a dominá-los e a utilizá-los como contravenenos.
  • D ver desenvolver-se, para além de sua aplicação científica, uma evolução inorgânica que ocorra com plena autonomia.
  • E alcançar sua meta mais ousada, representada pelo controle do ciberespaço e de todas as formas que nele se encontram.

Atenção: A questão refere-se a Noções de Direito Administrativo e de Administração Pública.


Um interessado apresentou pedido de acesso a informações não sigilosas e que não são de acesso universal a determinada autarquia, por meio legítimo, em conformidade com a Lei de Acesso à Informação (Lei no 12.527 de 18 de novembro de 2011). Considerando-se apenas os dados fornecidos, a referida autarquia, possuindo a informação e não sendo caso de recusa do acesso pretendido, deverá autorizar ou conceder o acesso

  • A imediato à informação disponível e, não sendo possível a concessão imediata, deverá, em prazo não superior a 20 dias, prorrogável por mais 10 dias, mediante justificativa expressa, da qual será cientificado o interessado, comunicar a data, local e modo para se realizar a consulta, efetuar a reprodução ou obter a certidão.
  • B pretendido no prazo improrrogável não superior a 20 dias, apenas comunicando a data e o local para se realizar a consulta, efetuar a reprodução ou obter a certidão.
  • C imediato à informação disponível e, não a possuindo, deverá obtê-la junto ao órgão que a detém, encaminhando-a ao interessado no prazo improrrogável de 20 dias.
  • D pretendido no prazo não superior a 45 dias, prorrogável apenas uma vez por igual período, comunicando a data, local e o modo para se realizar a consulta, efetuar a reprodução ou obter a certidão.
  • E imediato à informação disponível e, não a possuindo, deverá obtê-la junto ao órgão que a detém, encaminhando-a ao interessado no prazo não superior a 15 dias, prorrogável, uma única vez, por mais 15 dias.

O contexto do cargo é formado pelos componentes do ambiente de trabalho que, dentre algumas características, envolve

  • A a interdependência.
  • B a ergonomia.
  • C a interação.
  • D a especialização.
  • E o processamento de informações.

No último parágrafo do texto, sugere-se que

  • A o conceito mesmo de “vida” está entre os poucos fundamentos da ciência que não admite ser contestado.
  • B o âmbito da biologia e da genética não inclui processos que se possam reconhecer como propriamente evolutivos.
  • C a ocorrência de uma evolução inorgânica pode condicionar uma nova compreensão do que seja uma criatura viva.
  • D a evolução orgânica de formas computadorizadas concorre para que os vírus se propaguem livremente.
  • E a evolução inorgânica está na dependência de que se passe a dominar inteiramente as leis da genética.

Atenção: A questão refere-se a Noções de Direito Administrativo e de Administração Pública.


Alberto, agente público, por omissão culposa causou lesão ao erário e ao patrimônio de entidade que recebe subvenção de órgão público, gerando, para si, enriquecimento ilícito. Em consonância com a Lei nº 8.429/1992,

  • A não se dará o ressarcimento do dano por prática de ato de improbidade administrativa, pois não houve lesão à entidade da administração pública direta ou indireta, perdendo, porém, Alberto, os bens ou valores acrescidos ao seu patrimônio.
  • B dar-se-á o ressarcimento do dano por prática de ato de improbidade administrativa, sem qualquer limitação a sanção patrimonial, havendo apenas a limitação referente à suspensão dos direitos políticos em dois anos.
  • C não se dará o ressarcimento do dano por prática de ato de improbidade administrativa, pois, na hipótese, a conduta não foi comissiva, como seria necessário para que a referida lei fosse aplicada.
  • D não se dará o ressarcimento do dano por prática de ato de improbidade administrativa, pois, na hipótese, a conduta não foi dolosa, como seria necessário para que a referida lei fosse aplicada.
  • E dar-se-á o ressarcimento do dano por prática de ato de improbidade administrativa, limitando-se a sanção patrimonial à repercussão do ilícito sobre a contribuição dos cofres públicos, perdendo, Alberto, os bens ou valores acrescidos ao seu patrimônio.