Questões de Concursos para Auditor de Controle Externo - Engenharia

Limpar Busca

No texto CB1A1-I, indica o momento da produção textual a expressão

  • A “em nosso tempo” (R.1).
  • B "eras passadas” (R.3).
  • C “ao mesmo tempo” (R.11).
  • D “séculos XVIII e XIX” (R.28).
  • E “durante muito tempo” (R.31).

Acerca do controle da atividade financeira do Estado, julgue os itens a seguir.

I É admitido o controle legislativo das atividades operacionais de qualquer ente da administração direta e indireta, devendo ser classificado como controle da atividade financeira do Estado.

II No âmbito da União, a fiscalização sobre a adequação da adoção das regras contábeis é de competência privativa do sistema de controle interno de cada poder, sendo realizada por meio da conformidade contábil.

III O controle da economicidade da atividade financeira do Estado admite a avaliação dos gastos públicos por meio de controle preventivo, concomitante ou corretivo.

IV O controle patrimonial, em especial quanto a sua existência e utilização, é realizado tanto no âmbito do controle interno quanto no do externo, porém não cabe no âmbito do controle social.


Estão certos apenas os itens

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C III e IV.
  • D I, II e IV.
  • E II, III e IV.

A figura precedente mostra vigas, laje e pilar de concreto armado comumente presentes em estruturas de prédios residenciais. Nessa figura, a armadura identificada pelo número

  • A 1, classificada como passiva, é dimensionada para resistir ao momento fletor negativo atuante na viga.
  • B 2, classificada como ativa, tem como função combater os esforços normais que atuam no pilar.
  • C 3, classificada como passiva, tem como função combater o momento fletor negativo atuante na viga.
  • D 4, classificada como passiva, é projetada para resistir aos esforços cisalhantes que atuam na viga.
  • E 5, classificada como ativa, tem como função combater o momento fletor negativo atuante na laje.

No que diz respeito a obras rodoviárias, assinale a opção correta em relação aos principais impactos ambientais causados e às medidas mitigadoras implantadas nesses casos

  • A Em um projeto rodoviário, tanto a previsão de impactos ambientais quanto as medidas mitigadoras devem ser realizadas necessariamente na fase de projeto.
  • B A Lei de Licitações exige que o poder público adote, para aquisição de bens e contratação de obras, o critério de menor preço, levando em consideração os aspectos socioambientais.
  • C A poluição do ar é um impacto recorrente em obras rodoviárias; desta forma, umedecer os caminhos de serviço é uma medida mitigadora, especialmente em dias secos e em passagem por áreas habitadas.
  • D Após a conclusão da obra e até mesmo durante a fase de operação de uma rodovia torna-se desnecessária a aplicação de medidas mitigadoras.
  • E Evitar excesso de carregamento de veículos durante a fase de construção rodoviária é considerada uma medida compensatória para evitar derramamento de material.

Com relação à auditoria governamental, assinale a opção correta.

  • A A prioridade dos controles internos administrativos é a correção de eventuais desvios em relação a parâmetros estabelecidos.
  • B Em auditoria operacional, o estudo de caso é o método mais empregado para situações singelas; ele abrange o exame de toda espécie de registros administrativos produzidos pela instituição auditada bem como relatórios de auditorias anteriores.
  • C O monitoramento é um instrumento de fiscalização dos tribunais de contas para examinar, ao longo de um período predeterminado, a legalidade e a legitimidade dos atos de gestão quanto aos aspectos contábil, financeiro, orçamentário e patrimonial.
  • D Para ser atingido o objetivo da fiscalização, o escopo da auditoria deve estar relacionado com a profundidade e a amplitude do trabalho.
  • E O programa de auditoria limita-se não só à evidenciação do objetivo e do escopo, mas também ao universo e à amostra a serem examinados bem como aos procedimentos e técnicas a serem utilizados.