Questões de Concursos para Administrador Página 1

O Decreto nº 5.707/2006, que institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, regulamenta dispositivos da Lei nº 8.112/1990.

Considerando que você seja o gestor de pessoas de um órgão federal e esteja negociando com as autoridades competentes os critérios de atribuições de cargos, deverá ter conhecimento, para essa negociação, do que está contido no Art. 5º do referido Decreto, que diz respeito aos Instrumentos da Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal, que são

  • A a política de benefícios, o sistema de gestão de habilidades básicas e o programa de capacitação interna no local de trabalho.
  • B o sistema de gestão do conhecimento, o programa de requalificação dos servidores distribuídos e o sistema de habilidades técnicas.
  • C o plano anual de capacitação, a política de benefícios e o sistema de gestão de desempenho.
  • D o relatório de execução do plano anual de capacitação, o conjunto de diretrizes para os funcionários redistribuídos e o sistema de gestão por competência.
  • E o plano anual de capacitação, o relatório de execução do plano anual de capacitação e o sistema de gestão por competência.

A melhoria contínua corre em sentido contrário à abordagem gerencial típica de considerar os projetos de trabalho como lineares – com começo e fim. Em vez desta abordagem linear, a busca do aprimoramento sem fim requer uma abordagem circular, conforme se apresenta o ciclo Planejar-Desenvolver-Checar-Agir (PDCA). A administração planeja uma mudança, realiza-a, checa os resultados e, dependendo de quais sejam os resultados, age para padronizar a mudança ou começar novamente o ciclo de aprimoramento com novas informações.

Com base neste conhecimento, analise as afirmativas a seguir.

I O ciclo PDCA tem baseado suas auditorias para identificação das conformidades e não conformidades, nos planos de controle histórico sobre as atividades contínuas.

II Nas organizações que usam o TQM (Qualidade Total), a qualidade deixa de ser responsabilidade de um único departamento para se concentrar na área estratégica da Instituição, a fim de se criar mais valor com menos desperdício.

III A filosofia da melhoria contínua do ciclo PDCA acaba servindo como instrumento para fazer com que, ao longo de toda a organização, as pessoas fiquem inspiradas a buscarem ou a se aperfeiçoarem em tudo o que realizam.

IV O grande desafio da gestão da qualidade é definir o que se entende por padrão de qualidade e como medi-lo. Na busca dessas respostas, muitas vezes se acelera ou se retarda o fluxo do ciclo PDCA, questionando-se a respeito da criação ou não de um novo evento que justifique um outro Planejamento.

É correto o que se afirma em

  • A I, apenas.
  • B I e II, apenas.
  • C III e IV, apenas.
  • D III, apenas.
  • E I e III, apenas.

Sobre o Regimento Geral do Instituto Federal do Paraná, informe se é (V) verdadeiro ou (F) falso, e assinale a alternativa CORRETA:


( ) O Conselho Superior (CONSUP) é o órgão máximo normativo, consultivo e deliberativo, nas dimensões de planejamento, acadêmica, administrativa, financeira, patrimonial e disciplinar do IFPR.

( ) O Colégio de Dirigentes (CODIR), de caráter consultivo, é o órgão de apoio ao processo decisório da Reitoria.

( ) O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE), por delegação do Conselho Superior, é o órgão deliberativo, normativo, consultivo e propositivo da Reitoria no que tange às políticas educacionais, de pesquisa e de extensão do IFPR.

( ) O CONSEPE tem caráter operacional, e substitui as decisões do CONSUP.


A sequência correta de cima para baixo é:

  • A V, F, F, V.
  • B V, V, V, F.
  • C V, V, F, F.
  • D F, V, F, V.
  • E V, V, V, V.

A vacância do cargo público dar-se-á de acordo com a Lei nº 8.112, de 11 de Dezembro de 1990, e suas alterações, que dispõem sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. São hipóteses legais para a sua concretização

  • A I – falecimento; II – demissão; III – readaptação; IV – aposentadoria; V – posse em outro cargo inacumulável; e VI – exoneração.
  • B I – readaptação; II – demissão; III – promoção – IV – exoneração; V – aposentadoria; e VI – posse em outro cargo inacumulável.
  • C I – promoção; II – demissão; III – exoneração – IV – readaptação; e V – posse em outro cargo inacumulável; e VI – falecimento.
  • D I – demissão; II – exoneração; III – promoção – IV – readaptação; V – aposentadoria; e VI – falecimento.
  • E I – falecimento; II – demissão; III – promoção – IV – readaptação; V – aposentadoria; VI – posse em outro cargo inacumulável; e VII – exoneração.

A Lei de Responsabilidade Fiscal, Lei Complementar nº 101/2000, estabelece normas de finanças públicas para responsabilidade na gestão fiscal e é considerada um avanço na forma de administrar os tributos. Em relação a essa Lei, analise as afirmativas a seguir.

I As disposições desta Lei complementar obrigam a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios a seguir as regras estabelecidas nessa Norma.

II Os três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário – estão obrigados a seguir o disposto nessa Lei Complementar.

III O propósito desta Lei é facilitar para o contribuinte a declaração de seus rendimentos, alertando para o equilíbrio das contas.

IV Os objetivos dessa Lei Complementar atendem ao equilíbrio das contas públicas, já que interferem nas relações comerciais, diminuindo sua carga tributária.

V A responsabilidade na gestão fiscal pressupõe a ação planejada e transparente, em que se previnem riscos e se corrigem desvios capazes de afetar o equilíbrio das contas públicas, assim como impõe limites para despesas com pessoal.


É correto o que se afirma em

  • A I e III, apenas.
  • B I, II e V, apenas.
  • C III e IV, apenas.
  • D III, IV e V, apenas.
  • E II e V, apenas.