Questões de Concursos de Atualidades Página 1

O FBI divulgou um relatório detalhado da sua investigação sobre o uso de servidores de e-mail privados por Hillary Clinton quando ela foi secretária de Estado norte-americana (2009-2013). O documento de 58 páginas inclui uma síntese do interrogatório com a candidata democrata à Casa Branca sobre o caso, mas algumas páginas estão marcadas como confidenciais. Em junho passado, o FBI decidiu não incriminar Hillary, após ter concluído que não havia provas de que a ex-secretária e sua equipe queriam violar a lei, embora tenham sido “extremamente negligentes”.

           (Época, 02.09.2016. Disponível em: <http://goo.gl/Jw9HQG> < goo jw9hqg="">. Adaptado)

< goo jw9hqg="">Essa investigação tem sido utilizada

O Mercosul continua em crise pela passagem da presidência rotativa do bloco. A reunião de seus sócios fundadores, realizada nesta quinta-feira (04.08.2016) em sua sede de Montevidéu, terminou sem qualquer avanço ou consenso. A reunião permitiu a “constatação de que não houve consenso em torno do tema da presidência pro tempore”, disse o vice-chanceler paraguaio a jornalistas depois do encontro. A crise no Mercosul prolonga-se desde junho, sem sinal de solução. Na última sexta (29.07.2016), o Uruguai deu por encerrada sua gestão na presidência rotativa, sem anunciar a transferência do posto a qualquer um dos sócios do bloco.

                 (G1, 04.08.2016. Disponível em: <http://goo.gl/NBZQux> < goo nbzqux="">. Adaptado)

< goo nbzqux="">A principal motivação para essa crise é

O governo e a guerrilha das Farc firmaram histórico acordo que pretendia por fim a mais de meio século de conflito armado. O governo e as Farc chegaram ao acordo de paz depois de quase quatro anos de negociações. O pacto só se tornaria efetivo se fosse aprovado pela população em um referendo ocorrido em 2 de outubro.

O acordo, rejeitado pela população no referendo, referia-se

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, foi ao México para se reunir com o presidente Enrique Peña Nieto, um encontro duramente criticado pelos mexicanos que desaprovam o discurso do magnata nova-iorquino.

                      (G1, 31.08.2016. Disponível em: <http://goo.gl/XslVgV> < goo xslvgv="">. Adaptado)

< goo xslvgv="">Uma das críticas dos mexicanos a Trump deve-se

O Congresso recusou nesta sexta-feira (02.09.2016), mais uma vez, o projeto de governo no país ibérico apresentado pelo Partido Popular. Se o impasse político persistir até 31 de outubro, o país voltará às urnas em dezembro, nas terceiras eleições em um ano. O premiê em exercício precisava da maioria dos deputados para formar seu governo. Sua sigla, o Partido Popular, conservador, venceu as duas últimas eleições, em dezembro de 2015 e em junho, mas sem os assentos necessários para governar.

          (Folha de S.Paulo, 02.09.2016. Disponível em:: <http://goo.gl/L9hETM> < goo l9hetm="">. Adaptado)

< goo l9hetm="">O trecho citado faz referência à situação política